Vivência do 22º Domingo do Tempo Comum (Ano A)
Padre João Paulo Ponciano de Farias

Paróquia Nossa Senhora das Vitórias e Santo Antônio

(Ribeirão das Neves-MG)

 

“Seduziste-me Senhor, e eu me deixei seduzir...”  (Jeremias 20, 7)

Meus Queridos Irmãos Legionários e Legionárias,

Salve Maria!

Sempre que volto o meu olhar para os desafios da vida, soa alto e em bom som em meus ouvidos e, sobretudo em meu coração a celebre e maravilhosa fala de Maria: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Tua vontade” (Lc 1,38). Deus jamais desejou algo que fosse prejudicial ao ser humano. Ele não faz diferença entre as pessoas (Atos 10,34), a todos quer somente o bem. Todos somos beneficiados quando abrimos nossos corações e deixamos que se realizem em nós a vontade do Senhor. Vontade essa que só é possível de se realizar com a abertura sincera de nossos corações, pois Deus não força ninguém a nada. Deus é cavalheiro. Deus é educado. Deus é respeitador. Nas palavras do Profeta Jeremias: “Seduziste-me Senhor e eu me deixei seduzir”. Sim, a amorosidade com a qual Deus nos trata faz com que nos coloquemos integralmente em Suas mãos, mais ainda, em Seu Coração de Pai, “E eu me deixei seduzir” e ainda “Faça-se em mim segundo a Tua vontade”.

Celebramos nesse último domingo de agosto o dia dedicado aos Catequistas. Catequistas são todos aqueles que falam desse amor de Deus porque o experimentaram e o experimentam todos os dias. Falam a verdade assim como Jesus. No evangelho (Mt 16, 21-27), Jesus relata o que está prestes a acontecer. A fala de Jesus mostra que nada é escondido ou velado da sua parte para com os seus seguidores. Não há vida plena quando o engano, o dolo, a falsidade, a mentira, entre tantas outras falhas humanas predominam em nossos corações. “De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida?” (Mt 16,26). Seguir a Cristo Jesus exige de todos nós lançar-se no coração de Deus, sermos fiéis aos seus ensinamentos e nos oferecermos como sacrifícios vivos, santo e agradável a Deus... para que possamos distinguir o que é da Sua vontade (Rm 12,1-2).

A Legião de Maria é, pois, um dos melhores ambientes para se exercitar e colocar em prática a beleza do seguimento a Jesus. Quando um legionário, no exercício do seu trabalho semanal e participação na reunião, serve àquele irmão que Deus nos apresentou para servir, ele está dando claro testemunho de que é um seduzido por Deus e que se coloca em Suas mãos, a exemplo de Maria, levando os irmãos a se enamorarem por Jesus, o Cristo. A Legião de Maria, nos seus diversos Praesidia, se torna um celeiro de abundantes e saborosos frutos a alimentar a sociedade toda do amor de Deus, de Jesus e, por que não, de Maria. Robustecidos desse amor todos somos levados a nos confiar inteiramente nas Mãos de Deus que nos seduziu e, por nossa vez, deixamo-nos seduzir. E nas palavras do salmista (Sl 62 (63)) “A minha alma tem sede de vós, como a terra sedenta, ó meu Deus” buscamos a Deus em todos os instantes de nossas vidas. Falando a todos os corações, como catequistas que somos, pois falamos do amor de Deus, como é bom servir, amar, seguir, se deixar seduzir pelo nosso Pai do céu, se colocar totalmente em Suas mãos, confiar Nele.

Nossos ouvidos escutam a doce voz de nosso Pai, dia após dia, a se declarar de amor por nós quando tudo o que mais queremos é seu amor.

EXPEDIENTE DA DIRETORIA

Terça e Quinta - 13:30 às 17:00

EXPEDIENTE DO SENATUS

Reunião do Senatus: 1º sábado de cada mês - 09:00 às 12:00

Av Guaratan, 1037 - Calafate - (como chegar)

CEP: 30411-516 Belo Horizonte - MG

 

© 2014-2020 Legião de Maria - Senatus Immaculata - Belo Horizonte. Todos direitos reservados.