Menino que fez o papa chorar

Menino que fez o papa chorar

Menino que fez o Papa chorar no Brasil foi recebido como um “herói” de volta ao colégio 

O Papa Francisco e Nathan. Foto: Rádio FM Canção Nova

RIO DE JANEIRO, 01 Ago. 13 / 10:50 am (ACI/EWTN Noticias).- Nathan de Brito, o menino que fez o Papa Francisco chorar com um forte abraço e seu desejo de ser sacerdote, nas ruas do Rio de Janeiro em sua recente viagem ao Brasil, foi recebido como um herói pelos seus colegas de colégio no reinicio das aulas em 30 de julho.

Conforme informa o jornal O Globo, Nathan foi recebido entre vivas, abraços e um ambiente de grande alegria entre seus companheiros de escola em Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio. “Foi recebido como um herói pelos seus colegas de uma escola municipal onde estuda no bairro de Passagem”.

Com o seu uniforme e uma cruz no peito, a mesma que receberam todos os jovens participantes da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), Nathan também foi acolhido em meio de aplausos.

“Todos, que já sabiam de seu desejo de ser sacerdote, queriam saber como foi o encontro com o Papa e como o pequeno teve a coragem de furar o bloqueio dos agentes de segurança”, assinala o meio de imprensa.

Os amigos do pequeno afirmam que é uma grande emoção saber que um dos seus pôde estar muito perto do Papa e a família do menino assinala que eles também “se sentem agora abençoados”.

“Tenho que aprender um pouco de teologia” e outras coisas, disse o pequeno Nathan cujo nome foi escolhido pelos seus pais porque significa “presente de Deus”, e assegura que está preparado para aprender “tudo” o que lhe exija a vocação sacerdotal.

Entrevistada pelo O Globo, uma de suas professoras, Keyla Fernandes, destacou que o menino “tem um ótimo rendimento escolar e um bom comportamento. Esse bom comportamento deixa ver os princípios cristãos bem enraizados como o da obediência”.

Para o sacerdote Valdir Mesquita, pároco da Igreja Nossa Senhora da Assunção onde Nathan costuma frequentar, o encontro do Papa com o menino “vai servir de inspiração para muitos outros que desejam ser sacerdotes”.

“Desde que era mais novinho, desde os 5, 6 anos, ele já comentava que queria ser sacerdote. Certamente este encontro vai estar em seu coração e marcará para sempre sua vida“, adicionou.

Em 26 de julho Nathan furou a barreira de segurança, chegou ao papamóvel e pôde abraçar o Papa Francisco várias vezes, contou-lhe de seu desejo de sacerdote e o Santo Padre lhe ofereceu que rezaria por ele.

Nathan resistia a que o afastem do Santo Padre, sujeitando-se com todas suas forças ao papamóvel. Depois do Papa Francisco dar-lhe a bênção, um dos guardas de segurança conseguiu tirá-lo do veículo e o menino com os olhos cheios de lágrimas colocou as mãos no peito e cobriu seu rosto para continuar chorando, enquanto era acompanhado pelo guarda que tentava consolá-lo até chegar onde estava um familiar entre a multidão.

Fonte acidigital

Deixe um comentário

Loja:
Onde estamos?
Estatísticas de acesso
  • 21943Total de visitas:
  • 36Visitas hoje:
  • 43223Total de Leituras:
  • 0Visitantes online: